Início

Boas vindas ao portal das Conversações Filosóficas

Aqui você pode conhecer mais sobre o projeto, entrar em contato e ver nossa agenda e o acervo completo de lives, entrevistas, vídeo-aulas e textos.
Participe também de nossas redes sociais

Conheça e se inscreva no canal

Conversações Filosóficas

 
Lives, Entrevistas e Vídeo-aulas

Se inscreva!Conheça o Canal

Conteúdos

Jelson Oliveira é professor do Programa de Pós-Graduação em Filosofia da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Possui graduação em Filosofia pela Universidade Federal do Paraná (1999), especialização em Sociologia Política e mestrado em História da Filosofia Moderna e Contemporânea pela mesma Universidade (2004) e doutorado em Filosofia pela Universidade Federal de São Carlos, com pesquisa sobre a Amizade em Nietzsche. Realizou estágio pós-doutoral na Universidade de Exeter (Reino Unido), com bolsa CAPES (2016). Foi professor do Mestrado em Direitos Humanos da PUCPR (2013-2016), coordenador do Curso de Licenciatura em Filosofia (2009-2011) e do Programa de Pós-graduação – mestrado e doutorado (2012-2013) da PUCPR, onde foi também Diretor de Graduação (2014-2015). É membro do Grupo de Pesquisa Hans Jonas do CNPq, é membro e ex-coordenador do GT Hans Jonas; membro do GT de Filosofia da tecnologia e da técnica e do GT Genealogia e crítica da ANPOF (Associação Nacional de Pós-Graduação em Filosofia). Tem experiência na área de Filosofia, com ênfase em Ética e História da Filosofia Contemporânea, Fenomenologia da vida, Filosofia da Técnica e da Tecnologia e Ética Ambiental, atuando principalmente em torno de autores como Nietzsche, Schopenhauer e Hans Jonas. Foi bolsista produtividade da Fundação Araucária e atualmente é bolsista produtividade do CNPq.

Rauliette Diana é Professora Adjunta da Universidade Federal do Amapá. Atua na área de Filosofia, com ênfase em Ética e Política, atuando principalmente nos seguintes temas: educação, formação de professores, ética e Política. História. Filosofia na amazônia ribeirinha. Atuou também como professora no Curso de Licenciatura Intercultural indígena. Foi Diretora do Departamento de Extensão, Coordenadora do Pólo Universitário de Afuá, do Curso de Ciências Sociais, do Curso de especialização em filosofia no ensino médio (Pós-Graduação lato sensu na modalidade de Educação a Distância). Coordenou a implantação o curso de Licenciatura em Filosofia da UNIFAP no qual foi a primeira coordenadora e Diretora do Campus Universitário de Santana da UNIFAP, Membro de Comissão de sindicância, PAID, estágio probatório e fiscalização. Trabalha com elaboração de PPC e regimentos gerais institucionais e Experiência como capacitadora de professores e técnicos sobre procedimentos e legislação do ensino superior e da UNIFAP. Orientadora de TCC . Organizou , escreveu e produziu Livro e documentários sobre: As Manifestações Históricas e Culturais do Município de Afuá. Atualmente coordenadora dos Projetos de Extensão : Programa de Rádio: Diálogos com a Filosofia”, do Ribeirinha Filosofia: Nesses e Desses rios e pesquisando a ética e a política em contextos culturais diferenciados: Ribeirinhos e indígenas.

Elizandra Souza – Escritora, Poeta, Jornalista, integrante do Sarau das Pretas, ativista cultural há 20 anos.  Autora dos livros “Quem pode acalmar esse redemoinho de ser mulher preta?”, 2021;  “Filha do fogo- 12 contos de amor e cura”, 2020 (contos); Águas da Cabaça, 2012 (poesias); Punga (Edições Toró, 2007) e participação em antologias literárias. Editora das publicações do Coletivo Mjiba e coorganizadora da Antologia Narrativas Pretas – Sarau das Pretas.

Paulo Petronílio é filósofo, Phd em Performances Culturais, Doutor pela UFRGS. Professor Adjunto IV de Filosofia na UnB. Atuou no Programa Interdisciplinar em Performances Culturais da UFG e atuou no PPGCEN/UnB. É autor dos livros ?Performances na encruzilhada: estética e aprendizagem no candomblé? e ?Corpo, Estética, Diferença e ouras performances nômades?, ?Pedagogia Trágica: um pensar humano demasiado humano na Educação?, ?Gilles Deleuze e as dobras do sertão? e outros. Organizou o livro ? ?Performances da Cultura : ensaios e diálogos?. Atualmente estuda Corpo, Gênero, Estéticas do trágico, questões étnico-raciais, vidas na fronteira, entre lugares e marcadores sociais da Diferença na cena, nas narrativas, nas artes e nas culturas. O filósofo trabalha com autores de inspiração nietzschiana e pós- estruturalistas: Foucault, Deleuze – Guattari, Derrida, Butler, Preciado e outras Multidões. Experimenta as Filosofias da Diferença, o pensamento diaspórico e pós-colonial nas performances culturais. Estuda também os saberes estéticos da cultura afro-brasileira. Desse modo, o filósofo percorre o nada familiar, a esquizocenia, o que embaralha, o que vai na contra corrente da representação clássica, o que provoca o desconforto, o estranho, o nômade, o devir, o caótico, o que não é e nunca será, o mal dito, o malvisto em Performances e outras danças que ainda estão por vir.

Lançamento com a presença do autor Thiago Diniz e com os debatedores Paulo Margutti e Antonio Vargas.

Thiago Diniz é mestre pela UFMA na linha de pesquisa em filosofia da religião, produzindo sua dissertação sobre o filosofo brasileiro Vicente Ferreira da Silva. É professor de filosofia do Instituto Federal do Maranhão (IFMA), vem trabalhando uma teoria própria na fronteira entre mito e filosofia, que deverá ser submetida à tese de doutoramento.

Paulo Margutti é doutor em Filosofia pela University of Edinburgh (1992). Foi professor da UFMG de 1978 a 2006 e aposentou-se na categoria de titular. É professor titular da FAJE/MG. Autor dos livros “História da filosofia do Brasil (1500-hoje) – 1° parte” e “História da filosofia do Brasil (1808-1813)-2 parte”.

Antonio Vargas é doutor em filosofia pela Humboldt-Universität zu Berlin, Alemanha e já foi pesquisador pós-doutoral na Universidade Hebraica em Jerusalém. No momento é pesquisador colaborador no programa de pós-graduação em metafisica da Universidade de Brasília. Autor do livro “Time’s Causal Power Proclus on the Natural Theology of Time”. Possui trabalhos publicados sobre o filósofo brasileiro Vicente Ferreira da Silva.

Fernanda Alt é Pós-doutoranda em Filosofia na UFSCar (bolsa FAPESP). Doutora em Filosofia pela UERJ (com bolsa CAPES) e Paris I Panthéon-Sorbonne (Co-tutela). Mestre em Psicologia Social pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro com auxílio CAPES. Possui graduação em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Tem experiência clínica e docente na área de Psicologia fenomenológica-existencial e concentra sua pesquisa na área da Filosofia Francesa Contemporanea com foco na Fenomenologia, sobretudo no pensamento de Jean-Paul Sartre. Em 2018, ganhou o Prêmio CAPES de melhor tese em Filosofia.

Palestrantes:

• Flávia Cristina Lemos (Professora associada da Universidade Federal do Pará – UFPA, Coordenadora de Relações Interinstitucionais na Pró-reitoria de Extensão, desde junho de 2021, e Bolsista Produtividade CNPq)

• Luiz Manoel Lopes (Professor adjunto da Universidade Federal do Cariri e é líder do grupo de pesquisa do CNPq LAPENC – Laboratório do Pensamento Contemporâneo, em torno das noções de temporalidade, subjetividade complexidade e sustentabilidade)

Mediador: • Flávio Luiz de Castro Freitas (UFMA)

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
Canal do YouTube
Instagram
Facebook
Twitter
Distribuição RSS